CLIP DA SEMANA (A História de um matuto que foi convidado a ser candidato

Por Domingos Toscano

Anúncios

“Muita farofa é sinal de pouca carne”!

ESSE TEMA NÃO É ESPECIALIDADE DO BLOG, MAS ACHEI ESSE TEXTO NO BLOG DO AMIGO GALVÃO E RESOLVI COMPARTILHAR COM TODOS. TENHAM UMA BOA LEITURA.

Esse é um ditado que eu ouvi desde os meus tempos de criança. E olhe que já faz muuuito tempo! Mas, na realidade é isso que vemos nos meios de comunicação sobre as eleições do próximo ano. Alguns políticos são especialistas na arte de fazer farofa. Ou seja, não têm nada a oferecer, e haja farofa para ocupar os espaços da imprensa. Dessa forma, os noticiários de hoje são preenchidos com as mesmas notícias de ontem. Apenas acrescidas de pormenores que não mudam nada em sua essência. Mas, como se alardeia, ” o importante é estar na mídia!”

charge de ivan Cabral,disponívelem http://www.ivancabral.com

Quem quiser comprovar o que estou dizendo, ligue os rádios em qualquer sintonia e veja quem está falando e o quê está falando. Nem sempre é culpa da imprensa, embora haja uma expressiva participação. É que, às vezes, o profissional de comunicação fica em busca de novidades para o seu público, e como não deve inventar o assunto, pergunta aos atores em questão. E quase sempre vem as mesmas respostas recheadas de uns “mas”, ´”porém”, “sabe como é, né?” e outras artimanhas dos que sabem fazer uso da oratória em seu próprio favor.

Se de um lado tem profissionais à serviço de políticos, meramente para projetar uma falsa imagem de homem sério e competente, de outro temos políticos que são extremamente competentes na arte de anganar até o mais astuto profissional de comunicação. Assim, no meio desse lero-lero, ou “farofeio”, fica uma população desinformada da verdaderia intenção ou qualidades de quem pretende decidir os destinos dos nossos municípios e comunidades.

O “farofeiro” é aquele ou aquela que não quer nem sabe fazer nada de futuro! Sua única intenção é mentir com a cara mais deslavada possível! Uma de suas características é ter respostas para tudo e para todos os problemas. E o que é pior, suas soluções são em tempo real! Basta que se apresente um problema, e lá vem um farofeiro com a solução. Custe o que custar!

Por isso, para amenizar os prejuízos sociais a que estamos expostos, preste muita atenção! Quando vir alguém falando pelos cotovelos, se comprometendo com tudo, e achando que tudo é muito fácil, bote suas barbas de molho. Isso pode ser um sinal de que tem um farofeiro na área! Nem sempre quem muito fala, o faz pra enganar, mas não custa nada avaliar o conteúdo do que nos é dito.

Pense muito bem antes de se comprometer com alguém somente porque ele ou ela fala bonito. Afinal, a fala mais bonita é a que tem características da verdade expressas pelo brilho do olhar e da aura que transcendo o próprio corpo!

Texto retirado na íntegra  do  BLOG DE GALVÃO  http://blogdegalvao.blogspot.com/

Postagem: Domingos Toscano


DEM lidera o ranking dos partidos mais corruptos.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral – TSE – o ranking da corrupção no Brasil foi o seguinte, medido pela quantidade de políticos cassados por corrupção desde 2000

1º) DEM (69);
2º) PMDB (66);
3º) PSDB (58);
4º) PP (26);
5º) PTB (24);
6º) PDT (23);
7º) PR (17);
8º) PPS (14);
9º) PT (10);
10º) PV, PHS, PRONA, PRP (1)
Dos 623 que foram cassados, quatro eram governadores e vices: Flamarion Portela, de Roraima, e Cássio Cunha Lima, da Paraíba, mantido no cargo por força de liminar do TSE. Os demais são senadores e suplentes (seis), deputados federais (oito), deputados distritais (13), prefeitos e vices (508) e vereadores (84).
De acordo com a pesquisa, o DEM é o partido que lidera o ranking (69), reunindo 20,4% dos políticos cassados. O PMDB (66) aparece logo depois, seguido por PSDB (58), PP (26), PTB (24), PDT (23), PR (17), PPS (14) e PT (10). Na última posição está o PV (1), empatado com PHS, Prona e PRP.
No ranking dos estados, Minas é que concentra o maior número de cassações (71), o equivalente a 11% do total. Em seguida, vem Rio Grande do Norte (60), São Paulo (55) e Bahia (54). O Rio de Janeiro está na 12ª posição, com 18 cassações neste período.
A pesquisa ressalta que o número de cassações pode aumentar. De acordo com o movimento, outros 1.100 processos relativos às eleições de 2006 ainda estão em tramitação e podem levar à perda de mandatos.
Fonte: Tribunal Superior Eleitoral – TSE – Blog São Vicente em Foco
Postagem: Domingos Toscano

O CANDIDATO

FALTA POUCO MAIS DE UM ANO PARA AS ELEIÇÕES E O CLIMA JÁ ESTÁ ESQUENTANDO, É CANDIDATO PRA TUDO QUE É GOSTO. SE VOCÊ TAMBÉM TÁ PENSANDO EM ENTRAR NESSA AVENTURA ELEITOREIRA É MELHOR OUVIR PRIMEIRO ESSE POEMA DO GRANDE POETA JESSIER QUIRINO, QUE COM MUITO BOM HUMOR RELATA A MARATONA DE UM POLITICO EM CAMPANHA.

Por Domingos Toscano