Durante esse finalzinho do mês de setembro o blog estará prestando uma homenagem à vizinha cidade de São Vicente que está celebrando a festa do seu Padroeiro São Vicente Férrer.

Pintura da Matriz feita pelos alunos do CEMEI

Em nossa primeira postagem mostramos as atividades desenvolvidas no CEMEI Profº José Felício que trabalhou o Projeto “Origem da Cidade de São Vicente”, onde os professores desenvolveram junto com as crianças várias atividades com objetivo de valorizar a cultura e religiosidade local, como passeio pelos principais pontos da cidade, pesquisas, desenhos e pinturas de diversos elementos culturais Vicentino.

Pintura da obra IGREJA de Iaperi Araujo, feita pelos alunos do CEMEI.

Parabéns a toda equipe do CEMEI  pelo lindo trabalho e a todos os vicentinos uma festa cheia de bençãos.

Postagem: Domingos Toscano  (domingosgeo@hotmail.com)

Anúncios

Sobre Domingos e Junior

somos Pedagogo e geógrafo

»

  1. IAPERI ARAUJO disse:

    pARABENS PELO BLOG. fIQUEI FELIZ EM VER ESSA HOMENAGEM QUE OS MENINOS DA MINHA CIDADE ME PRESTARAM. o ARTISTA SÓ É ARTISTA QUANDO VISTO PELO POVO. a CULTURA NÃO É PARA AS ELITES, MAS PARA O POVO DE ONDE ELA VEIO. OS MENINOS DE SÃO VICENTE PROCURAM SE EXPRESSAR NA CULTURA COMO FORMA DE VALORIZAR A EDUCAÇÃO E A CIDADANIA. IAPERI

    Curtir

  2. Luiz Eduardo de Araujo Ribeiro disse:

    Parabéms aos alunos e professores pela a homenagem feita a IAPERI ARAUJO, artista mundialmente conhecido, que leva o nome de sua cidade “São Vicente” por todos os cantos do mundo e que muitos em nossa cidade não dar o valor merecido e as nossas crianças precisam conhecer nossos artistas.
    Resumo da Biografia de
    Iaperi Soares de Araújo (São Vicente RN 1946). Desenhista, gravador, crítico de arte, escritor, contista e poeta. Formado em medicina, representa na sua obra artística os milagres, os contos, as relíquias da devoção popular.
    Em Natal, trabalha como crítico de arte e colunista do Diário de Natal. Escreve vários ensaios, como Elementos da Arte Popular. Uma Pintora Popular e Maria Santíssimo, obras publicadas entre 1966 e 1986.
    É co-autor de Brasil-Arte Nordeste. A partir de meados da década de 60, participa de várias mostras no Brasil e, em 1991, expõe na Alemanha.
    Nascimento
    1946 – São Vicente RN
    Cronologia
    Desenhista, gravador, crítico de arte, escritor, contista, poeta
    1966 – Natal RN – Primeiro crítico de artes plásticas do Rio Grande do Norte; colunista do
    Diário de Natal
    1966/1986 – Natal RN – Escreve os ensaios Maria do Santíssimo, Uma Pintora Popular,
    Elementos da Arte Popular. Também é co-autor da obra Brasil-Arte Nordeste
    1987 – Natal RN – Escreve prefácio para o livro Erasmo Xavier, o Elogio do Delírio, de Rejane Cardoso
    Exposições Individuais
    1965 – Natal RN – Individual, na Galeria de Artes de Natal
    1967 – Natal RN – Individual, na Galeria L’Atelier
    1967 – Natal RN – Individual – Fundação José Augusto, no Museu do Sobradinho
    1969 – Natal RN – Individual, na Galeria de Artes Villa Flor
    1980 – Natal RN – Individual, na Galeria de Artes da Biblioteca Pública Câmara Cascudo
    1981 – Natal RN – Os Milagres do Povo Brasileiro, na Galeria de Artes da Biblioteca
    Pública Câmara Cascudo
    1985 – Natal RN – Viva o Nordeste Brasileiro, na Galeria de Artes da Biblioteca Pública Câmara Cascudo
    1985 – Macau RN – Devoções Populares, na Biblioteca Pública de Macau
    Enciclopédia Itaú Cultural de Artes Visuais
    1994 – Natal RN – Vinte Estandartes da Literatura Popular, na Galeria de Artes da Biblioteca Pública Câmara Cascudo
    1994 – Natal RN – Valei-me São Sebastião, na Galeria de Artes da Biblioteca Pública Câmara Cascudo
    1998 – Natal RN – O Mensageiro del Rey, na Galeria de Artes da Capitania das Artes
    Fontes de Pesquisa
    BIENAL Brasileira de Arte Naif. Piracicaba : Sesc, 1994. il. color.
    BRASIL: arte do Nordeste. Introdução de Artur Benevides. Editado por Paulo Lyra. Textos de Carlos de Lima et al. Rio de Janeiro: Spala, 1986.
    CALDAS, Dorian Gray. Artes plásticas do Rio Grande do Norte: 1920-1989. Apresentação de Daladier Pessoa Cunha Lima. Natal: UFRN: FUNPEC: SESC: 1989.
    CARDOSO, Rejane. Erasmo Xavier, o elogio do delirio. Prefácio Iaperi Araújo;
    coordenação editorial Carlos Lima; programação visual Marcelo Mariz; arte-finalização Afonso Martins; ilustração Erasmo Xavier. Natal : Clima, 1989. 175p. il. p. b.
    CAVALCANTI, Carlos; AYALA, Walmir, org. Dicionário brasileiro de artistas plásticos.
    Apresentação de Maria Alice Barroso. Brasília: MEC/INL, 1973-1980. (Dicionários
    especializados, 5).
    LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro:
    Artlivre, 1988.
    PONTUAL, Roberto. Dicionário das artes plásticas no Brasil. Apresentação de Antônio
    Houaiss. Textos de Mário Barata et al. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1969.
    Exposições Coletivas
    1963 – Natal RN – 1ª Exposição de Poesia Ilustrada, na Galeria de Artes de Natal
    1964 – Natal RN – Dez Pintores no Natal da Cidade, na Galeria de Artes de Natal
    1965 – Natal RN – Coletiva de Pintura Universitária – 1º Festival de Cultura Universitária, no Palácio dos Esportes
    1966 – Natal RN – 1ª Feira de Artes Norte-Rio-Grandense, no Museu do Sobradinho –
    medalha de prata/gravura
    1966 – Natal RN – Coletiva de Inauguração do Museu de Arte Popular do Forte dos Reis Magos – Fundação José Augusto
    1966 – Natal RN – 1ª Exposição Norte-Rio-Grandense de Gravuras, no Museu do Sobradinho
    1966 – Rio de Janeiro RJ – 1º Salão Nacional de Artes Plásticas
    1966 – Vitória ES – 1º Salão Nacional de Arte Moderna de Vitória – representação oficial do Rio Grande do Norte
    Enciclopédia Itaú Cultural de Artes Visuais
    1967 – Natal RN – Arte Norte-Rio-Grandense no Sobradinho – Fundação José Augusto, no Museu do Sobradinho
    1967 – Natal RN – Explo 02 – Arte/Processo, no Museu do Sobradinho
    1968 – Rio de Janeiro RJ – O Retrato de Carolina, no MIS/RJ
    1968 – São Paulo SP – 1ª Exposição Internacional de Gravuras, Faap
    1969 – Recife PE – Artistas Potiguares, na Galeria Detalhe
    1969 – Natal RN – Exposição de Gravuras, na Biblioteca Pública do Estado
    1972 – Natal RN – Exposição Comemorativa do Sesquicentenário da Independência do Brasil, na Biblioteca Pública Câmara Cascudo – medalha de prata
    1974 – Natal RN – Bienal Estadual de Pintura
    1975 – Natal RN – Coletiva de Artistas Potiguares, no Circo da Cultura da Fundação José Augusto
    1976 – Natal RN – Panorama das Artes Plásticas do Rio Grande do Norte, no Hotel dos Reis Magos
    1977 – Florianópolis SC – 1ª Exposição Nacional de Pintores Médicos, na Assembléia Legislativa do Estado – medalha de prata/gravura
    1978 – Natal RN – Exposição das Artes Plásticas do Rio Grande do Norte, no Sesc
    1979 – Natal RN – 1ª Semana de Cultura Nordestina, no Teatro Alberto Maranhão
    1980 – Natal RN – Mostra, na Biblioteca Pública Câmara Cascudo
    1981 – Natal RN – Os Milagres do Povo Brasileiro, na Biblioteca Pública Câmara Cascudo
    1982 – Natal RN – Nove Temas da Literatura Popular e Tragédias da Vida, na Galeria Convivart
    1984 – Natal RN – 1º Salão de Pintores Primitivos, na Galeria do Atelier Dorian Gray
    1984 – Natal RN – 26 Pintores Norte-Rio-Grandenses – Galeria Convivart, no Campus Universitário de Natal
    1984 – Assis SP – Coletiva, no Museu de Arte Primitiva José Nazareno Miméssi
    1985 – Natal RN – Viva o Nordeste Brasileiro, na Biblioteca Pública Câmara Cascudo
    1985 – Natal RN – O Rio Grande do Norte Visto por Seus Artistas – Galeria Convivart, no Campus Universitário de Natal
    1985 – Natal RN – 1º Salão de Artes Plásticas do Rio Grande do Norte, na Biblioteca Pública Câmara Cascudo – Prêmio Anna Quadros de Pintura Primitiva
    1985 – Assis SP – Exposição Comemorativa do 2º Aniversário do Museu de Arte Primitiva José Nazareno Miméssi
    1986 – Natal RN – 12 Artistas do Rio Grande do Norte – Fundação José Augusto, na Galeria da Biblioteca Pública Câmara Cascudo
    1986 – Natal RN – Marinha, na Galeria da Biblioteca Pública Câmara Cascudo – menção honrosa
    1987 – Natal RN – Caminhos Atuais da Pintura Norte-Rio-Grandense, na Galeria de Arte Antiga e Contemporânea
    1987 – Rio de Janeiro RJ – Pintores Norte-Rio-Grandenses, na ABL
    1989 – Natal RN – Semana do Folclore, na Galeria da Secretaria Municipal de Cultura
    1989 – Natal RN – Natal por Seus Artistas, na Galeria da Biblioteca Pública Câmara
    Cascudo
    1989 – Natal RN – A Via Sacra, na Catedral Metropolitana de Natal
    1990 – Natal RN – Salão Global de Artistas Plásticos do Rio Grande do Norte, no Centro de Convenções de Natal
    1990 – Natal RN – Santeiros, na Galeria da Fundação Hélio Galvão
    1991 – Natal RN – Cangaço, na Galeria da Fundação Hélio Galvão
    1991 – Tübingen (Alemanha) – Kunstsammlung Von Brasilianisclies Kunstler
    1992 – Natal RN – Coletiva, na Galeria Babilônia
    1992 – Natal RN – América 500 Anos, no Teatro Alberto Maranhão
    1992 – Mossoró RN – Arte Primitiva – 4º Fórum Cultural de Mossoró
    1993 – Goiânia GO – Viva Goiás na Arte Popular, na Galeria de Artes Sebastião Reis
    1993 – Natal RN – Bandeiras de São João, na Galeria da Biblioteca Pública Câmara Cascudo
    1994 – Piracicaba SP – 2ª Bienal Brasileira de Arte Naif, no Sesc/Piracicaba – sala especial
    1994 – Natal RN – 1º Festival de Miniquadros, na Galeria Taba
    1994 – Natal RN – Uma Visão Plástica de Natal – Galeria Convivart, no Campus
    Universitário de Natal
    1998 – Piracicaba SP – 4ª Bienal Naifs do Brasil, no Sesc/Piracicaba
    1998 – Natal RN – Salão de Artes de Natal, na Galeria da Capitania das Artes -menção honrosa
    1999 – Natal RN – Uma Visão Plástica de Natal, na Galeria da Capitania das Artes
    2002 – Piracicaba SP – 6ª Bienal Naifs do Brasil, no Sesc/Piracicaba
    Textos críticos.
    Ele é professor do curso de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, há 45 anos atua como escritor e artista plástico, sua obra soma mais de 60 livros escritos, sete produções audio-visuais dirigidas e quatro participações em antologias literária; Ele é membro da Academia Norte-rio-grandense de Letras e dos Institutos Históricos do Rio Grande do Norte e Goiás, é presidente da Comissão de Folclore do Estado e ainda é membro da Comissão Internacional de Medicina Popular da Organização Internacional do Folclore da Unesco, ex-presidente da Fundação José Augusto, neste momento escrevendo 11 livros ao mesmo tempo; sem duvida o vicentino mais ilustri que conhecemos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s