EXPRESSÕES, SINÔNIMOS E SIGNIFICADOS DAS COISAS DE FLORÂNIA.

O DICIONÁRIO

PALAVRA

SIGNIFICADOS

001

AGORA VÁ!

Confirmação negativa (não vou).

002

AÍ DENTRO!

Expressão de espanto; expressão de retribuição a algo.

003

ALUIR

verbo – Se levantar; se mover.

004

APERREIO

s.m. – nervosismo; preocupação.

005

ARENGA

s.f. – briga; luta.

006

ARRIBAR

verbo – Subir; levantar.

007

ARUPEMBA

s.f. – Espécie de peneira confeccionada de maneira artesanal, utilizando matéria prima: palha e arco de madeira.

008

AVALIE SÓ!

Chamando a atenção; pare e pense!

009

AVEXADO

adj. – apressado;

010

AVIE

s.m – seja rápido; logo; ligeiro.

011

BABÃO

adj. – Bajulador; puxa saco; cheleléu.

012

BARRER

verbo – Varrer.

013

BARRER A QUENGA!

Ficar irado; com raiva.

014

BATER DE FRENTE

Enfrentar o adversário sem medo.

015

BILOCA

s.f. – Bola de gude.

016

BILOURA

s.f. – Turica; desmaio.

017

BOCA DE FOGO

Corrida em alta velocidade.

018

BOTAR BONECO

Opinar; opinioso; criar confusão.

019

BUCHO

s.m. – Barriga.

020

BUCHO INCHADO

Inflamação intestinal.

021

BULIÇOSO

adj. – inquieto; hiperativo.

022

BULIR

verbo – Mexer; tirar do lugar.

023

BURA

s.f. – Abreviação de buraco no chão onde as bilocas percorrem e caem durante uma partida de biloca.

024

CABOCO BRABO

Índio.

025

CAFUÇÚ

s.m. – homem sem valor;

026

CANGAPÉ

s.m. – Golpe de luta dentro d’água, mergulhando e jogando a perna com força contra o adversário.

027

CANGOTE

s.m. – pescoço.

028

CAPILOÇADA

s.f. – Pessoa astuciosa.

029

CARA DE NOIS TODO!

Maneira de cumprimento; parecido;

030

CARÃO

s.m. – Bronca; repressão; sermão.

031

CATAR COQUINHO

Perder tempo;

032

CHAMATIVO

adj. – espalhafatoso; teatral; espetacular.

033

CHELELÉU

adj. – Bajulador; puxa saco; babão.

034

CIDADE DE PÉ JUNTO

Cemitério.

035

CUNHÃO

s.m. – Testículos.

036

CURURU

s.m. – sapo.

037

DERRADEIRO

adj. – O último de todos; final; extremo; Inicial (antônimo) e primeiro (antônimo).

038

DIA DE SÃO NUNCA

Expressão negativa e duvidosa a uma promessa difícil de ser cumprida.

039

DIA GRANDE

Dia de feriado religioso.

040

DIFRUCIO

s.m. – Gripe; doente.

041

DOMINGO DE INTRUDE

1º Domingo antecedendo a Quarta-feira de Cinzas.

042

EM RIBA

Em cima de algo; sobre algo.

043

ENCAPETADA

adj. – Traquina.

044

ENROLAR O OITÃO

Realizar uma curva na lateral(direita/esquerda) externa de uma casa.

045

ENXERIMENTO

s.m. – transa; sexo; namoro quente.

046

ESBARRAR

verbo – Frear de modo brusco.

047

FINO

s.m. – por pouco; por quase nada; por um triz.

048

FUXICO

s.m. – fofoca; boato; rumor.

049

GALETO

s.m. – ninfeta; mulher nova; moça.

050

GARGANTEIRO

adj. – Pessoa que nasce ou nasceu no Sítio Garganta.

051

GOROROBA

s.f. – Comida fraca/ruim.

052

GOTA SERENA

Muito animada; rapidez.

053

LAMBISGOIA

s.f. – Ser desprezível.

054

LEVAR CALDO

Sufocação ao engolir água em banho ao ar livre (açude, tanques, rio, piscina, mar…).

055

MARMOTA

s.f. – feiura; feio; bizarro.

056

MARMOTENTO

adj. – pessoa engraçada; pessoa feia.

057

MAROMBA

s.f. – Espécie de peso confeccionado artesanalmente, com uma barra de ferro e em cada uma de suas extremidades uma lata de tinta preenchida com concreto.

058

MATUSCA

adj. – Hierarquia máxima em uma partida de biloca.

059

MELÉ BEBO

Pessoa de vida boa; Pessoa sortuda;

060

MENTIRA CABELUDA

Grande mentira; uma estória de faz de conta.

061

MÊS DE MAUÇO

Mês de março.

062

MÊS DE SANTANA

Mês de julho.

063

MÊS DE SÃO JOÃO

Mês de junho.

064

MIJADA

s.f. – Termo utilizado entre os músicos da Banda Arnaldo Toscano, para designar uma bronca do maestro; carão; repressão; sermão.

065

MOLESTA DOS CACHORRO

Pessoa nervosa; possuído de ira.

066

MORDIDO DO PORCO

Pessoa com muita raiva; ira; fúria; cólera.

067

MORREU MARIA PREÁ!

Não existe mais solução; ponto final.

068

MUGANGO

s.m. – careta.

069

MUÍDO

s.m. – Movimento constante; confusão, pizeiro;

070

MUIÉ

s.f. – Mulher.

071

NEM A PAU!

Outra confirmação negativa (não vou em hipótese alguma, nem apanhando de pau).

072

NEM UM OVO

Nada; coisa nenhuma.

073

NOITE GRANDE

Última novena da festa do padroeiro.

074

Ô MANGA!

Passado (a) pra trás; enganado (a); traído;

075

Ô PREÁ!

Mentira.

076

O PRIMA SOU EU!

O primeiro da vez na sequência de espera, para entrar em uma partida de futebol.

077

ÔXENTE!

s.m. – Expressão de espanto.

078

PARRUDO

adj. – Pessoa de físico atlético; fisiculturista.

079

PÉ DE CINZA

Pessoa natural da cidade de Tenente Laurentino Cruz.

080

PÉ DO BUCHO

Região abdominal abaixo do umbigo.

081

PEGA AR

Quando uma pessoa fica muito nervosa ou muito aborrecida.

082

PEGAR O BECO

Sair correndo; dá o fora.

083

PEITAR

verbo – Bater; pancada ocasionada por acidente.

084

PEIXEIRA

s.f. – Faca, viana.

085

PELÉ

adj. – Pessoa esperta; astuta.

086

PENSE NUM MOVIMENTO!

Confusão grande.

087

PENSE NUMA MANGA!

Superlativo do ato de ser enganado (a) no sentido da reflexão do ocorrido.

088

PICICA DO CÃO ESCORREGA SABÃO!

Desejo de má sorte a outra pessoa; rogar praga; figa; expressão de superstição.

089

PINGA

s.f. – Outro Termo utilizado entre os músicos da Banda Arnaldo Toscano, para designar uma multa a ser paga pelo músico que faltar a qualquer apresentação da banda.

090

PISA

s.f. – surra, apanhar.

091

PIZEIRO

s.m. – Movimento constante; confusão, muído; vá-va-vu.

092

POIQUEIRA

ajd. – Algo que não presta; sem serventia; seboseira.

093

PRA CACHORRO

Não presta; não vale nada.

094

PRESEPADA

s.f. – Brincadeira engraçada; situação cômica.

095

QUENGADA

s.f. – Pancada de cabeça; cabeçada.

096

QUENGO

s.f. – Cabeça.

097

RABO DA GATA

Final do bairro Rainha do Prado, saída para cidade de Tenente Laurentino Cruz.

098

REBOLAR NO MATO!

Jogar no lixo.

099

RELA-BUCHO

Dança; forró.

100

RODA

s.f. – Praça Mãe Santa, localizada no bairro Paz e Amor (sua construção em forma geométrica circular), por isso, roda da mãe; ponto de encontro principalmente dos alunos das Escolas Estaduais Teônia Amaral e Coronel Silvino Bezerra.

101

RONCOI

s.m. – Homem com deformação genital, possuindo apenas um testículo.

102

RUINDO-O-QUENGO

Doido.

103

SEBOSEIRA

adj. – Algo seboso, sujo; imundice; imundo; lixo.

104

TÁ SÓ AS PREGAS

Estágio final de vida; velha/velha; acabado.

105

TOLETE

s.m. – Merda; fezes.

106

TRIPEIRO

s.m. – Moradores da Vila Jucuri, descendentes do fundador do município, Cosme de Abreu Maciel, que era tripeiro da cidade de Porto Portugal.

107

TURICA

s.f. – Desmaio; biloura; fraqueza.

108

TURRUMELO

s.m. – Tolete grande; coisa grande.

109

VÁ SE DANAR!

Desejar mal a alguém; rogar praga.

110

VAMOS ENCOSTAR O FERRO?

Expressão muito utilizada na época das “canoa” (balança) e do carrossel de Seu Chico do Saco.

111

VÁ-VA-VU

Movimento constante; confusão; muído; pizeiro.

112

VAZIE

s.m. – Lateral direita ou esquerda da região abdominal (barriga) na linha da cintura.

113

VESTIR PALETÓ

Morrer.

114

VIANA

s.f. – Faca; peixeira.

115

VIGE

s.m. – Expressão de espanto.

116

VÔTE!

s.m. – Surpreso; admirado; impressionado; recriminação a algo.

117

VOU SUBIR!

Se deslocar do centro da cidade para os bairros: Paz e Amor, Bugi e Rainha do Prado (ambos localizados na parte mais alta da cidade).

118

ZOIUDO

adj. – pessoa de olhos grandes

119

ZOMBETEIRO

s.m. – diabo;

120

ZUADA

s.f. – barulho intenso; poluição sonora.

Anúncios

Sobre Domingos e Junior

somos Pedagogo e geógrafo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s